Obesidade Infantil Existe Solução?

Compartilhem Com Seus Amigos (a):
RSS
Facebook
Google+
http://controledopeso.com/obesidade-infantil-existe-solucao/
Twitter
Seguir Por E-mail

Obesidade Infantil.

Alguma vez você já parou para pensar se a obesidade infantil tem solução? Se não é hora de começar!

A obesidade infantil é hoje considerada um problema de saúde pública, mas fiquem tranquilos porque existe solução.

As estatísticas sobre ela no Brasil crescem cada vez mais e tem assustado a população de modo geral.

Vamos tratar sobre este assunto aqui de maneira a fazer você refletir um pouco sobre algo que hoje pode não estar afetando a sua família mais com certeza pode sim estar prejudicando uma criança bem próxima de você.

 

O Que é a Obesidade?

obesidade-Infantil

A obesidade infantil tem como causa principal o consumo inadequado de alimentos e o sedentarismo. A obesidade infantil é caracterizada pelo aumento de peso da criança. O peso fica inadequado em relação à sua idade e altura.

Existem outros fatores que fazem com que a criança ganhe peso como:

  1. – Fatores ambientais, o meio em que a criança vive;
  2. – Fatores hereditários, onde a criança já nasce com uma predisposição a ser obeso.
  3. – Fatores psicológicos, que é a influência do emocional na relação da criança com a comida;
  4. – Qual o grau de instrução dos pais das crianças com obesidade;
  5. – Uso de medicamentos a base de corticoides;
  6. – Doenças hormonais como o hipotireoidismo;
  7. – Uma dieta rica em fast food;
  8. – Maior consumo de alimentos industrializados, refrigerantes, doces, frituras, alimentos congelados.

Vejam nesses três vídeos abaixo os perigos do sedentarismo e da obesidade infantil:

A Obesidade Infantil e Suas Consequências:

São muitas as consequências da obesidade para a criança.

Entre elas:

  1. – A predisposição de se tornar um adulto obeso;
  2. – Doenças cardiovasculares;
  3. – Problemas respiratórios;
  4. – Colesterol alto;
  5. – Pressão alta;
  6. – Diabetes;
  7. – Aumento das taxas de triglicérides;
  8. – Dificuldade de aprendizado;
  9. – Dificuldade de se socializar com outras crianças por vergonha do próprio corpo ou pela prática do “bullying” entre os próprios coleguinhas.
  10. – Problemas ortopédicos;
  11. – Disfunções no fígado, pelos altos níveis de gordura que se acumulam nele entre outros.

 

Como Identificar se a Criança Está Obesa?

Os métodos utilizados para fazer o diagnóstico de obesidade infantil são diferentes dos utilizados para um adulto.

O ideal é que caso você esteja vivenciando este problema busque pela avaliação de um profissional capacitado.

Para que de acordo com o histórico da criança e as avaliações físicas ele possa fazer um diagnóstico mais preciso e coerente.

 

Obesidade Infantil Existe Solução?

nenem-comendo-melancia

A resposta é sim! A solução está na prevenção e na eficácia do tratamento que for dado.

Você já deve ter ouvido falar a seguinte frase: “Prevenir é melhor do que remediar”.

Quando se trata de obesidade infantil esta é ainda a melhor conduta: A prevenção.

Se você não oferecer uma alimentação equilibrada quando a criança ainda está formando sua percepção sobre os alimentos, mudar seus hábitos no futuro se tornará mais difícil.

Agora, quando por alguma razão as coisas saem do controle e a obesidade infantil já faz parte da vida da criança é hora de recorrer ao tratamento.

 

Dicas Para o Tratamento da Obesidade Infantil:

Dica1: Procure orientação médica.

Não tente carregar à responsabilidade da obesidade da criança como se você fosse a única responsável por esta condição.

Divida a responsabilidade do tratamento com uma equipe multidisciplinar.

Que envolve:

  • – Nutricionista;
  • – Pediatra;
  • – Endocrinologista;
  • – Psicólogo.

Assim o tratamento será muito mais eficiente!

 

Dica 2: Estabeleça uma rotina para a criança.

Criança sem uma rotina consequentemente terá uma alimentação inadequada.

Então coloque horário para tudo.

  • – Hora para acordar;
  • – brincar;
  • – Praticar atividade física;
  • – Almoçar;
  • – Hora de ficar no computador e quantidade de tempo.
  • – Estudar e outras atividades do dia.

 

Dica 3: Procure preencher os horários vagos da criança.

Se para você adulto ficar ociosa (o) é um risco a cometer deslizes alimentares, imagine para uma criança. Imaginou? Então, a dinâmica é a mesma que para um adulto. Quanto mais tempo ociosa ficar a criança mais vontade ela terá de comer. Na maioria das vezes comem “besteiras” cheias de calorias e sem nenhum valor nutricional.

 

Dica 4: Não deixe a criança fazer as refeições em frente à TV.

O lugar ideal para a criança comer é na mesa junto com a família. Que o momento da refeição seja tranquilo.

Esta é uma forma de todos prestarem mais atenção no que comem e no quanto comem. Além disso, esta atitude evita que a ansiedade tome conta da criança. A ansiedade faz com que a criança coma em grandes quantidades.

 

Dica 5: Mude o cardápio para combater a obesidade infantil.

Inclua diariamente mais frutas, verduras, legumes e grãos.

Incentive a criança a beber pelo menos 2 litros de água.

Exclua alimentos como:

  • – Frituras;
  • – Refrigerantes;
  • – Doces em geral.
  • – Fast food.

Não desanime se em um primeiro momento a criança rejeitar determinado tipos de alimentos. Insista! Quando você menos esperar ela vai comer o que você ofereceu e que naquele determinado momento ela não gostou.

Vá mudando aos poucos a alimentação da criança, inserindo a cada dia alimentos mais saudáveis. Como as crianças normalmente são “loucas” por doces, reserve um dia da semana para que ela coma algo que esteja com vontade. Isso facilita à adaptação a nova rotina alimentar.

Abuse da sua criatividade para criar pratos que além de nutritivos sejam atrativos para a criança!

 

Dica 6: Dê liberdade para a criança queimar as calorias em excesso na rua.

É nas brincadeiras comuns de criança como:

  • – Correr;
  • – Pular;
  • – Andar de bicicleta;
  • – Patinar;
  • – Pular corda;
  • – Esconde-esconde;

Que a criança tem a oportunidade de queimar todas as gordurinhas em excesso. A atividade física seja ela a mais simples que for, deve fazer parte da rotina da criança. Você pode perceber que a obesidade infantil tem solução.

Basta muita força de vontade e disciplina para que através de pequenas atitudes você faça uma grande diferença na vida da criança. Ajudando a melhorar a saúde dela como um todo.

Compartilhe nossas dicas, opine e comente! Assim poderemos trazer cada vez mais novidades sobre bem-estar e qualidade de vida para você.

E para finalizar eu gostaria de sugerir que você clique nesse banner abaixo e assista a mais um vídeo.

250x250

Você sabe o que seu filho come? Cada vez mais crianças e adolescentes se tornam obesas devido à alimentação industrializadas e publicitária, mas você sabe o que são e o que esses alimentos provocam… A OBESIDADE INFANTIL PLANTEMOS HOJE PARA COLHERMOS AMANHÃ, MAS O QUÊ? Uma das grandes epidemias do Mundo é, sem dúvida, a obesidade infantil. Estudos mostram que uma criança obesa tem 90% de chances de se tornar um adulto obeso com inúmeras doenças como: câncer no pâncreas, sistema digestivo, diabetes tipo 1 e 2, pressão arterial, depressão… entre outras doenças relacionadas a alimentação….

 

Curta a Nossa Fan Page: Facebook.com/ComoBaixarPesoRapido
Twitter: Twitter.com/PerderPesoSim
Google Plus: Plus.Google.com/ComoBaixarPesoRápido
Canal do YouTube: Youtube.com/ComoBaixarPesoRápido
E-mail: marcos@controledopeso.com

 

Compartilhem Com Seus Amigos (a):
RSS
Facebook
Google+
http://controledopeso.com/obesidade-infantil-existe-solucao/
Twitter
Seguir Por E-mail
2 Comments on “Obesidade Infantil Existe Solução?
  1. Meus parabéns pelas excelentes dicas, realmente seu site é digno de um belo compartilhamento, já vou indicar para minhas amigas. Obrigado por compartilhar dicas tão boas. bjos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gostou Do Meu Blog? Compartilhe!

RSS
Facebook
Google+
http://controledopeso.com/obesidade-infantil-existe-solucao/
Twitter
Seguir Por E-mail